home poemese amores desamores vibesetal

terça-feira, 7 de abril de 2015

Me afoguei na cordilheira de seus beijos
enquanto perdia minha capacidade de respirar
por novos ares do amor
Transformei em sinfonia o som de seu timbre
Você me dá calafrios!
Toca a melodia na vitrola
e nossos passos se cruzam
enquanto dançamos
esquizofrenicamente
E cruzam-se também nossas
Respirações.
Mas nossas vidas não se cruzam mais
Frenéticas
e
Intensas
Lutando para se recompor do último ato
dos nossos passos
e num doce infinito, nos perdemos
Despedaçados.
Tentando juntar os cacos do caos mental que habita
nas loucuras que é
não saber:
O que fazer
Nem quando
Nem onde
Nem por que
Apenas,
nos permitindo
mais uma dança.

Nenhum comentário

Postar um comentário